Femama Batalhadoras. Todo dia uma vitória contra o câncer de mama. Marlí Marcon

Dicas

Voltando ao trabalho após o câncer

Quando os tratamentos do câncer terminam, as pacientes ficam ansiosas para voltar à sua rotina anterior, incluindo ao trabalho. O local de trabalho pode ser uma fonte de renovação de foco e propósito, após a superação do câncer. Mas, começar a trabalhar novamente demanda um planejamento extra para se certificar de que a paciente está pronta e confortável para a transição.


Planejando o  retorno

Voltar ao trabalho pode não ser uma opção viável para todas. Às vezes, algum efeito, físico, emocional ou mental, que acontece em decorrência do tratamento, pode mudar ou atrasar a volta à empresa. Quando a paciente se sentir apta  para voltar às atividades, o primeiro passo é ter o consentimento do oncologista. Esse período pode depender de alguns fatores:

- Os efeitos colaterais a longo prazo do tratamento;

- As exigências físicas ou de estresse do tipo de trabalho;

- A necessidade de acompanhamento.


Se o médico aprovar, a etapa seguinte é agendar uma reunião, presencial ou virtual, com o responsável da empresa em que você trabalha e conversar sobre os detalhes do retorno. É possível implementar alternativas criativas que ajudem a tornar essa transição mais bem-sucedida. Alguns exemplos:

- Trabalhos em turnos reduzidos;

- Horários flexíveis que permitam saídas para consultas médicas;

- Compartilhamento de projetos importantes com colegas que façam função semelhante, até que esteja apto para assumir integralmente;

- Licença médica não-remunerada.

Quanto a compartilhar com seus colegas de trabalho sobre o seu tratamento e saída do trabalho, essa decisão só cabe a você. Porém, antes de retornar, você precisa planejar isso. 


Ajustes físicos para trabalhar

Existem diversos benefícios da volta ao trabalho. Ele aumenta a sua autoconfiança e fornece interações sociais valiosas. Mas após ter enfrentado o câncer, você pode apresentar fadiga, dor, problemas cognitivos e outros efeitos colaterais decorrentes do tratamento. Algumas pequenas mudanças podem ajudar você com essas novas limitações que você vai vivenciar.  Veja:

- Faça pequenas pausas para manter a energia durante o dia de trabalho;

- Utilize listas e alarmes para lembrar reuniões importantes ou tarefas;

- Discuta algumas de suas preocupações com seu gestor.

Não tenha medo de mencionar as dificuldades que possam ocorrer causadas pelo seu tratamento.


Ajustes sociais no local de trabalho

Interações sociais no local de trabalho podem preencher um vazio importante para batalhadoras que tiveram que parar de trabalhar por causa do tratamento. No entanto, alguns colegas podem não responder bem. Eles podem ficar confusos sobre motivo da sua saída ou podem estar preocupados sobre como o seu retorno afetará seus empregos. Mantenha sua explicação simples e positiva, pois isso ajudará você a se reconectar e fará com que os colegas de trabalho se sintam mais confortáveis também.

Voltar ao trabalho após o tratamento do câncer nem sempre é fácil. Mas, com um planejamento cuidadoso, o trabalho pode ser motivo de orgulho e espaço para socializar-se novamente


Compartilhe: