Femama Batalhadoras. Todo dia uma vitória contra o câncer de mama. Marlí Marcon

Câncer de Mama

Atividade física para recuperar a autoestima durante o tratamento para câncer de mama

Atividade física para recuperar aautoestima durante o tratamento para câncer de mama

09/11/2017 - Quem estápassando pelo tratamento para o câncer de mama, está também redescobrindodiversas coisas sobre o próprio corpo e, principalmente, sobre os limites queesta nova fase da vida impõe. Neste processo, é normal que a autoestima fiqueabalada, e que a disposição para realizar algumas atividades esteja reduzida.Há dias em que falta energia até mesmo para as tarefas cotidianas. No entanto,é justamente neste momento que a prática algum exercício pode contribuir para melhorar aqualidade de vida durante o tratamento.

Além defortalecer a musculatura, o que gera mais resistência e disposição, o principalbenefício do exercício nesta fase é sua capacidade de liberar endorfina. Asubstância também é conhecida como hormônio do bem-estar, pois melhora osistema nervoso, eleva a autoestima, diminui a ansiedade, reduz os sintomas quelevam à depressão e auxilia no controle do apetite.

O impacto naautoestima também está na descoberta da superação. Apesar de o seu ritmo nãoser o mesmo nesta fase, e você precisar respeitar isso, um exercício podemostrar que você é capaz de ir mais longe do que imaginava. Dependendo daatividade escolhida, ela pode auxiliar, ainda, no controle do peso, nadiminuição do inchaço e da retenção de líquidos causada pelo uso de corticoidesna quimioterapia, o que tem impacto direto na autoestima.

Para tornarmais fácil e rica esta experiência, você pode optar por fazer atividades emgrupo. Além de ajudar a manter a frequência, contar com parceiros de exercícioscontribui ainda mais para a autoestima, pois se relacionar com outras pessoasvai fazer com que você se distraia da doença, tenha contato com diferentesuniversos e faça novas amizades.

Os exercíciosnão precisam ser pesados:caminhada,yoga, alongamento e dança são alguns exemplos. É importante lembrar que qualqueratividade precisa ser comunicada ao médico, para que ele possa avaliar eacompanhar a evolução dos resultados, bem como auxiliar na escolha do exercíciomais adequado.

Cuide do seucorpo, conheça seus limites e, acima de tudo, aproveite para vivenciar momentosprazerosos e de descoberta sobre seu próprio corpo nesta fase. Será umincremento e tanto ao seu tratamento. 


Compartilhe: